DOE PALAVRAS

Um movimento para levar mensagens de força aos pacientes com câncer do Instituto Mário Penna.

http://www.doepalavras.com.br/

domingo, 13 de dezembro de 2009

OS PRESENTES QUE RECEBEMOS...

BUSQUE A POESIA
Contemplar com prazer
Ser expectador da vida e das coisas
Eis uma das muitas definições do gosto
Dá até para saber que a vida às vezes é de morte
Faça então uma canção
Um cantochão, um canto-céu
Opere uma ópera em silêncio
Deixe que a tristeza se arraste pelas ruas das metrópoles
Recolha-se às sombras dos edifícios
Busque a poesia onde não há

 Contemplar com prazer
Ser inocente da vida e das coisas
Eis a leveza de uma asa em pleno vôo
A vida – no tempo – é mais que um talho, um corte
Faça um verso então
Um verso preso, um verso livre
Grite aquele grito em silêncio
Deixe que a alegria povoe os povoados
Recolha-se ao sol desses desertos
Busque a poesia onde haverá

3 comentários:

  1. Que bom que você gostou da dica.
    Climério é um poeta doce e inteiro, também gosto muito dele. Linda as poesias que você escolheu.
    Um beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  2. Adorei a dica!
    Muito obrigada!
    Beijos
    Adriana*

    ResponderExcluir
  3. adriana: é bom estar no teu gostar.
    abs, climério.

    ResponderExcluir