DOE PALAVRAS

Um movimento para levar mensagens de força aos pacientes com câncer do Instituto Mário Penna.

http://www.doepalavras.com.br/

terça-feira, 14 de setembro de 2010

O AMOR É AZULZINHO!

A canção diz que o amor é azulzinho. E deve ser mesmo, cor de céu de toda hora, estado de graça feito o vai e vem das ondas do mar, igualmente azul. Azul esverdado, que é para lembrar que a Esperança alimenta o Amor. Para amar a gente tem que ter fé. Fé nas pessoas, fé na gente mesmo, fé no futuro, fé de que as coisas podem acontecer, e acontecer belamente.














Na verdade, não basta ter fé. Tem que “botar fé”. Fazer acontecer o Amor é coisa de dedicação. Conquista diária que só acontece nos detalhes. Aqueles, sabe! Pequenos gestos tipo telefonar fora de hora. Ou lembrar do bombom preferido. Detalhes que não têm nada a ver com boa vontade. Têm a ver com vontade mesmo. E muita vontade de fazer feliz o ser amado.

Todo mundo gosta de azul. Todo mundo tem uma história de amor, e o desejo de ser muito amado, e de amar sobremaneira, mas tem um bocado de gente sem perceber o azul dos dias, dos olhos, dos gestos e amando em tons tristes. O Docinho do dia quer lembrar à você que, se a saudade está ao lado, se a dor dói um bocado ou se o seu amor anda descuidado, cabe a você reverter isso. Não espere acontecer, faça. Dar e receber são os dois lados da mesma moeda no cara ou coroa do amor. Ganha-se sempre, mas tem que jogar.
Por isso, faça o quê diz a canção:
“Corre e vai dizer pro seu benzinho, um dizer assim, que o Amor é azulzinho.”
Be Lins

http://www.mariafilo.com.br/blog/?p=3285&cpage=1#comment-2539

4 comentários:

  1. Oi Adriana!
    Tudo muito show...texto, imagens...tudo!
    Muitos beijos e lambidas carinhosas.

    ResponderExcluir
  2. Serena!
    Que visita boa!
    Como vc está?
    Obrigada pelo carinho de sempre...

    ResponderExcluir
  3. Que belo texto.
    Vou pensar nisso o dia todo...
    Outro beijo, Dri!

    ResponderExcluir
  4. Esse texto é mesmo muito lindo...
    Delicadezas que a Be Lins escreve.
    Que coisas boas possam nos fazer refletir sempre!
    Beijo, querida!

    ResponderExcluir