DOE PALAVRAS

Um movimento para levar mensagens de força aos pacientes com câncer do Instituto Mário Penna.

http://www.doepalavras.com.br/

domingo, 27 de novembro de 2011

Paris




























Quando eu tinha dez anos de idade, meu pai e eu fizemos uma viagem a Paris, deixando meu irmão mais novo e minha mãe em Londres, onde ela estava fazendo um filme. Meu pai queria um tempo só para nós e isso se estendeu por uma semana. Nós ficamos em um grande hotel e ele disse que eu poderia escolher o que quisesse no café-da-manhã (batatas fritas). Nós fomos ao museu Pompidou, à Torre Eiffel e ao Louvre – os lugares usuais. Foi maravilhoso. No avião, de volta para Londres, ele me perguntou se eu sabia por que fomos, somente ele e eu, a Paris em um fim-de-semana. Eu disse que não, mas me sentia tão sortuda pela viagem. Ele disse, “Eu queria que você visse Paris pela primeira vez com um homem que sempre amará você, não importa o que aconteça”. Desde então, Paris foi e continua sendo muito especial para mim. Eu vivi lá por cinco meses em 1994 e eu viajei de volta várias vezes. Há lugares em Paris onde eu fico, como e brindo ao meu pai.


Amor,

Gwyneth Paltrow


* texto original aqui


* imagem: Laura Brook

Nenhum comentário:

Postar um comentário